FISIOTERAPIA



OBJETIVOS

A formação do Fisioterapeuta tem por objetivo dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades específicas:
Respeitar os princípios éticos inerentes ao exercício profissional;
Atuar em todos os n√≠veis de aten√ß√£o √† sa√ļde, integrando-se em programas de promo√ß√£o, manuten√ß√£o, preven√ß√£o, prote√ß√£o e recupera√ß√£o da sa√ļde, sensibilizados e comprometidos com o ser humano, respeitando-o e valorizando-o;
Atuar multiprofissionalmente, interdisciplinarmente, transdisciplinarmente com extrema produtividade na promo√ß√£o da sa√ļde baseado na convic√ß√£o cient√≠fica, de cidadania e de √©tica;
Reconhecer a sa√ļde como direito e condi√ß√Ķes dignas de vida e atuar de forma a garantir a integralidade da assist√™ncia, entendida com conjunto articulado e cont√≠nuo das a√ß√Ķes e servi√ßos preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os n√≠veis de complexidade do sistema;
Contribuir para a manuten√ß√£o da sa√ļde, bem estar e qualidade de vida das pessoas, fam√≠lias e comunidade, considerando suas circunst√Ęncias √©ticas, pol√≠ticas, sociais, econ√īmicas, ambientais e biol√≥gicas;
Realizar consultas, avalia√ß√Ķes e reavalia√ß√Ķes do paciente colhendo dados, solicitando, executando e interpretando exames proped√™uticos e complementares que permitam elaborar um diagn√≥stico cin√©tico-funcional, para eleger e quantificar as interven√ß√Ķes e condutas fisioterap√™uticas apropriadas, objetivando tratar as disfun√ß√Ķes no campo da Fisioterapia, em toda sua extens√£o e complexidade, estabelecendo progn√≥stico, reavaliando condutas e decidindo pela alta fisioterap√™utica;
Elaborar criticamente o diagn√≥stico cin√©tico funcional e a interven√ß√£o fisioterap√™utica, considerando o amplo espectro de quest√Ķes cl√≠nicas, cient√≠ficas, filos√≥ficas √©ticas, pol√≠ticas, sociais e culturais implicadas na atua√ß√£o profissional do fisioterapeuta, sendo capaz de intervir nas diversas √°reas onde sua atua√ß√£o profissional seja necess√°ria;
Exercer sua profissão de forma articulada ao contexto social, entendendo-a como uma forma de participação e contribuição social;
Desempenhar atividades de planejamento, organiza√ß√£o e gest√£o de servi√ßos de sa√ļde p√ļblicos e privados, al√©m de assessorar, prestar consultorias e auditorias no √Ęmbito de sua compet√™ncia profissional;
Emitir laudos, pareceres, atestados e relatórios;
Prestar esclarecimentos, dirimir d√ļvidas e orientar o indiv√≠duo e os seus familiares sobre o processo terap√™utico;
Manter a confidencialidade das informa√ß√Ķes, na intera√ß√£o com outros profissionais de sa√ļde e o p√ļblico em geral;
Encaminhar o paciente, quando necess√°rio, a outros profissionais relacionando e estabelecendo um n√≠vel de coopera√ß√£o com os demais membros da equipe de sa√ļde;
Manter controle sobre a eficácia dos recursos tecnológicos pertinentes à atuação fisioterapêutica garantindo sua qualidade e segurança;
Conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos;
Conhecer os fundamentos históricos, filosóficos e metodológicos da Fisioterapia e seus diferentes modelos de intervenção.






CAMPO DE ATUAÇÃO

O Curso de Graduação em FISIOTERAPIA da Faculdade GALILEU está orientado para a formação de pessoas com habilidades e competências para exercício profissional em todos os campos de atuação da fisioterapia.
A ideia √© a de forma√ß√£o de profissionais capacitados para atua√ß√£o em um amplo espectro de institui√ß√Ķes e organiza√ß√Ķes p√ļblicas e privadas, com criatividade, iniciativa, responsabilidade social e ambiental, a fim de preservar, promover e recuperar a sa√ļde de grupos populacionais e contribuir com a forma√ß√£o de cidad√£os.
O mercado de trabalho para o profissional formado no curso de Fisoterapia apresenta um grande campo de atuação. A crescente busca por qualidade de vida e a preocupação com uma vida saudável e equilibrada são fatores que têm aumentado a procura por fisioterapeutas.
O mercado de trabalho √© bastante promissor, especialmente na √°rea de atendimento hospitalar em terapia intensiva, traumatologia e ortopedia com √™nfase na reeduca√ß√£o postural. O N√ļcleo de Apoio a Sa√ļde da Fam√≠lia (NASF) em muitos estados brasileiros j√° tem um fisioterapeuta em suas equipes de atendimento, o que aumenta as chances de inser√ß√£o do profissional no mercado.
Além de abrir seu própria clinica o fisioterapeuta encontra oportunidades em hospitais, clubes, academias no atendimento aos atletas, companhias teatrais em atendimento aos atores e bailarinos, centros de reabilitação, além de instituição de ensino superior .
Diante do contexto analisado, o curso de Fisioterapia tem como objetivo, por meio do processo de ensino-aprendizagem, desenvolver nos alunos as competências requeridas dos fisioterapeutas, dentro da expectativa do mercado supracitada.
Al√©m disso, h√° uma preocupa√ß√£o social da Institui√ß√£o em atender ao mercado regional, j√° que, de acordo com informa√ß√Ķes obtidas do e-MEC, existe uma institui√ß√£o de ensino superior no raio de 80 km que oferece o curso de Fisioterapia, n√ļmero este insuficiente para abarcar a extensa demanda da regi√£o.
Quanto aos egressos, a IES se preocupa com sua inserção no mercado de trabalho e, para tanto, promoverá constantemente programas especiais de capacitação, serviços técnicos e de consultoria e a realização de treinamentos, encontros e workshops com profissionais da área.









COMPETÊNCIAS E HABILIDADES ESPERADAS DO EGRESSO

O Curso de Gradua√ß√£o em Fisioterapia tem como perfil do formando egresso/profissional o: Fisioterapeuta, com forma√ß√£o generalista, humanista e cr√≠tica, capacitado a atuar, visando √† preven√ß√£o, avalia√ß√£o e reabilita√ß√£o em todas as √°reas do conhecimento em que a fisioterapia se apresentem fundamentais para a promo√ß√£o, manuten√ß√£o e recupera√ß√£o da sa√ļde e para a preven√ß√£o de doen√ßas de indiv√≠duos ou grupos populacionais, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida, pautado em princ√≠pios √©ticos, com reflex√£o sobre a realidade econ√īmica, pol√≠tica, social e cultural.
Compreender e respeitar as pessoas como indivíduo, afastando qualquer tipo de preconceito e preservando sua integridade moral e ética;
Manter sempre o espírito indagativo, possuir conhecimentos especializados seguindo os preceitos da metodologia científica, afastando-se do conhecimento advindo do senso comum ou dogmático;
Oferecer a sua contribuição livre e desinteressada para o desenvolvimento social, exercendo sempre que possível o papel de educar, visando sociedade melhor e mais saudável;
Participar de atividades associativas para garantir sua representatividade social;
Ter capacidade de desenvolver programas de preven√ß√£o de doen√ßas contribuindo para a melhoria da sa√ļde coletiva;
Possuir compet√™ncia para trabalhar construtivamente em equipes multidisciplinares e tomar decis√Ķes no campo da sa√ļde;
Atuar em fun√ß√Ķes diretivas ou de assessoramento de √≥rg√£os de sa√ļde p√ļblica ou de empresas privadas com firmeza de prop√≥sitos e responsabilidade;
Comunicar-se com objetividade, clareza e precis√£o com pacientes, outros profissionais da sa√ļde e com o p√ļblico em geral, preservando sempre a √©tica profissional;
Desenvolver habilidades intelectuais como análise síntese, comparação, generalização e outras a fim de buscar atualização permanente de conhecimentos e capacidade de pensar e agir com desenvoltura em ambiente de intensa competição;
Ter formação diversificada do ponto de vista técnico-científico, que lhe permitem atuar nas principais áreas de atuação da fisioterapia;
Ter vis√£o geral da profiss√£o como um todo de forma que possa intervir de modo eficiente, quando necess√°rio, nas √°reas da sa√ļde individual e coletiva, que tenham como eixo principal a sa√ļde global.

DURAÇÃO

4 anos

CARGA HOR√ĀRIA

4.360 horas

MATRIZ CURRICULAR
Administração em Fisioterapia
Bases, Métodos e Técnicas de Avaliação Físico Funcional I
Bioestatística
Biofísica
Bioinform√°tica
Bioquímica
Ciências Morfologicas I
Ciências Morfologicas II
Cinesiologia e Biomec√Ęnica
Cinesioterapia
Citologia e Biologia Celular
Comunicação e Expressão
Diagnóstico por Imagem
Embriologia e Histologia
√Čtica Profissional e Bio√©tica
Farmacologia
Filosofia
Fisiologia Geral
Fisioterapia Aplicada a Neurologia II
Fisioterapia Aplicada a Ortopedia, Traumatologia e Reumatologia II
Fisioterapia Aplicada a Pneumologia e Cardiologia I
Fisioterapia Aplicada a Pneumologia e Cardiologia II
Fisioterapia Aplicada a Uroginecologia
Fisioterapia Aplicada Neurológia I
Fisioterapia Aplicada Ortopedia, Traumatologia e Reumatologia I
Fisioterapia Aqu√°tica
Fisioterapia Dermato Funcional
Fisioterapia Desportiva
Fisioterapia na Sa√ļde do Idoso
Fisioterapia na Sa√ļde do Neonato, da Crian√ßa e do Adolescente
Fisioterapia na Sa√ļde do Neonato, da Crian√ßa e do Adolescente II
Fisioterapia Preventiva e Sa√ļde do Trabalhador
Genética Humana e Clínica
História e Fundamentos da Fisioterapia
Imunologia
Interação Comunitária I
Interação Comunitária II
Metodologia da Pesquisa
Microbiologia
Neuroanatomia
Optativa I
Optativa II
Patologia de √ďrg√£os e Sistemas
Patologia Geral
Primeiros Socorros
Projeto Integrador I
Projeto Integrador II
Projeto Integrador III
Pr√≥tese e √ďrtese
Psicologia Aplicada
Recursos Eletroterapêuticos
Recursos Terapêuticos Manuais I
Recursos Terapêuticos Manuais II
Recursos Termofototerapeuticos e Mecanoterapia
Sa√ļde Coletiva
Seminários Avançados em Fisioterapia I
Seminários Avançados em Fisioterapia II
Sociologia e Antropologia



Aula Pr√°tica